Agua no Joelho – Causas, Sintomas e Tratamento

Água no Joelho

Assim como as demais articulações do corpo, o joelho humano tem sua estrutura coberta pela membrana sinovial, tecido que produz o líquido sinovial, responsável por lubrificar extremidades ósseas e amortecer impactos e atrito entre elas, além de nutrir as articulações.

Quando as membranas dos joelhos são afetadas por traumas ou patologias passam a produzir em excesso o líquido sinovial, que se armazena no local e gera o quadro conhecido como “Água no joelho”, chamado tecnicamente de Derrame Articular.

Causas da Agua no Joelho

As causas que podem levar à Água no Joelho são variadas, e vão desde traumas e torções a lesões e doenças. Quadros de artrite, sinovite, artrose, gota, hemofilia e infecções até mesmo do trato genital podem desencadear o quadro de Derrame Articular.

O uso excessivo do joelho pode também ocasionar o quadro, portanto, reforça-se a necessidade de investir sempre em alongamentos e fortalecimento da região, principalmente para atletas de alto rendimento, ou pessoas que costumam praticar atividades que exijam muito de seus joelhos.

Sintomas de Agua no Joelho

Comumente os primeiros sintomas percebidos de Água no Joelho são dor local e inchaço; nota-se que o joelho dolorido está muito maior que o outro. É comum ainda que o paciente sinta dificuldades para movimentar a articulação e perceba vermelhidão e aumento de temperatura no joelho afetado.

Tratamento da Agua no Joelho

Os primeiros socorros para o tratamento de Água no Joelho podem ser feitos em casa. Repouso é fundamental; o paciente deve aplicar gelo na região por cerca de 15 a 20 minutos a cada 3 horas, mantendo a perna afetada apoiada em uma cadeira ou banco, de maneira que o joelho fique no mesmo nível do coração.

É importante consultar um médico para que este possa identificar a causa do problema e assim trata-la. O tratamento irá variar de acordo com a origem e pode envolver punções para a retirada do líquido, fisioterapia, laserterapia e a prescrição de medicamentos.

A terapia do frio, feita com a aplicação de compressas de gelo pode continuar sendo feita concomitante ao tratamento médico para aliviar o inchaço e a dor. Durante o tratamento é necessário que o paciente evite movimentar o joelho afetado, aconselhando-se repouso e a utilização de faixas de compressão no local.

Agua no Joelho – Causas, Sintomas e Tratamento
5 (100%) 3 votes

joelhinho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *